Tags

, ,

Saquê (japonês: sake) é uma bebida fermentada tradicional do Japão, fabricada pela fermentação do arroz; tomada geralmente quente e em grandes comemorações, como Ano Novo e cerimônias xintoístas de casamento.

A primeira produção de saquê de que se tem notícia data do século III e ocorreu em Nara, antiga capital japonesa. Diversas regiões do país o produzem, mas a região que leva a fama de fabricar o melhor saquê é o distrito de Fushimi, em Kyoto. Existem hoje em torno de 1.600 fabricantes de saquê no Japão. No Brasil, a bebida é produzida por empresas como a Sakura e a Azuma Kirin Grande variedade de saquês brasileiros e japoneses podem ser encontrados em lojas no bairro da Liberdade, em São Paulo.

Fabricação:

Classificado na mesma categoria do vinho, o saquê é um fermentado natural, com teor alcoólico em torno de 16%, cujos únicos ingredientes são arroz e água. Do arroz sai a matéria prima para a fabricação do saquê, o koji, que resulta da remoção do amido e do excesso de óleo e proteínas contidos no arroz. Para se chegar ao koji, é preciso que o arroz seja polido, de modo a perder de um terço até a metade de sua superfície original, sendo depois macerado, enxugado, vaporizado e resfriado a uma temperatura de 5º C. Em sequência, o koji é misturado com água e arroz vaporizado para que se forme o shubo, uma pasta de grãos. O shubo é colocado num tanque e fermentado por trinta dias, com adição do koji e novamente de arroz vaporizado. Forma-se aí o maromi, uma mistura de bolo de saquê, sólido, e do saquê, líquido. Feita a separação por filtragem e submetido o líquido a uma ultrafiltragem, para garantir o sabor fresco da bebida, o saquê está pronto para ser consumido. Poderá ser mantido em garrafa por até dois anos, sem perder seu sabor natural.

Como beber:

A melhor temperatura para o saquê ser consumido é de 35º C, porque nesta temperatura se percebe melhor as delicadas características da bebida. Mas pode ser bebido em temperaturas superiores ou inferiores, de acordo com a estação do ano. Quando aquecido, a uma temperatura de até 45º C, o saquê é conhecido por kan . Torna-se encorpado e adquire um sabor acentuado de melão.Quando resfriado, o saquê é conhecido por higa e assume um sabor frutado. Ao ser servido é acrescentado sal às bordas do copo. É geralmente servido em copos de porcelana antiga ou em pequenos copos de madeira, conhecidos por masu.

 

Historinha:

Oi gente.. vou contar a minha história com bebidas que abrem pernas…

Eu tinha(tenho) um amigo que nunca tinha rolado nada entre a gente, éramos muito parceiros pra tudo, e uma certa noite ele me convidou pra irmos num restaurante japonês aqui perto de casa, como sempre topei sem pensar… adoro japonês porem nunca tinha tomado saquê na vida, sei la não me apetecia, então nessa noite já no restaurante  ele me disse que tinha recebido uma promoção e que queria comemorar comigo, então pediu uma garrafa de saquê, resolvi experimentar o tal saquê pra ver como é que era… tomamos a primeira “taça” (não sei como se chama aquele copinho quadrado), e fizemos o pedido, até q eu gostei, comemos e seguimos tomando o saquê, após terminarmos de comer ele pediu outra garrafa, nesse momento eu já estava pra la de Bagdá (ou do Japão)… tomei mais uma “dose”  e não sei o que aconteceu, comecei a olhar pra ele de um jeito diferente e começou a me dar um tesão fora de controle… fui no banheiro tirei a calcinha (eu estava de vestido) e coloquei no bolso da calça dele, ele pegou e meio sem jeito me perguntou o que significava aquilo, eu disse: pede a conta, leva essa garrafa de saquê embora que eu to te esperando la em casa. Bom gente, a noite foi maravilhosa, mas nunca mais tomo saquê assim em grande quantidade, continuamos muito amigos até hoje, e a nossa senha é “vamos tomar um saquê”…. hehehe

AGORA CHEGA DE PAPO E VAMBEBE!!!

Anúncios