Tags

, , , ,

Felizmente ou infelizmente não viajei nesse feriado de 7 de setembro, mas tenho vôo marcado na segunda-feira (a trabalho), serve? rs

Ano passado passei o feriado em uma praia do litoral norte com alguns amigos, onde me diverti à beça. Aproveitando o gancho,vou contar algo que me aconteceu:

Depois de alguns dias de flerte e paquera, acabei dando uns beijos em um dos rapazes que lá conheci. Até esse momento, não tinha rolado mais nada além de mãozinhas bobas, beijinhos e mordidinhas em locais estratégicos pra despertar o tesão e instigar um ao outro, corpos se roçando em tom de provocação…

Nada mais além disso. Bom, pelo menos até uma das madrugadas, ele foi parar no meu quarto enquanto dormia. Fui acordando aos poucos, conforme sentia ele beijando e chupando meus pés, subindo em direção aos joelhos, lentamente abria minhas pernas, senti uma chupada mais forte na minha coxa. Nessa hora estremeci, ele vendo que havia acordado de vez, veio me beijar. Um beijo molhado, quente, desesperado pelo encontro de línguas e cheio de vontades maliciosas.

Beijo fogoso sempre foi muito bom, sempre achei até mais gostoso do que beijo de amor (discorda?) e nosso beijo era assim: fogoso, sacana e deliciosamente molhado. Enquanto me beijava, suas mãos ágeis acariciavam meus mamilos enrijecidos pelo tesão em que me encontrava. Sua mão descia por minha barriga e depois de uma boa apertada, chegou onde queria… Minha calcinha. Com o dedo, foi percorrendo toda sua extensão até me masturbar por cima mesmo da lingerie que a essa hora já se encontrava toda úmida. Sentindo minha excitação, colocou minha calcinha de ladinho e foi deslizando dois dedos seus pra dentro de mim, todo aquele mel que escorria era como um ímã que puxava os seus dedos pra dentro de mim, em um movimento de vai e vem frenético embalado por minhas reboladas.

Quando gozei pela primeira vez, toda excitada pedi que me chupasse: “Chupa minha buceta, chupa bem gostoso!”  E é claro que ele prontamente me obedeceu.

Pra mim, homem que é homem de verdade, sabe chupar a buceta de uma mulher como sabe jogar uma partida de futebol de final de semana com os amigos. Sem frescura, mete a cara e se deleita na prática. Ele beijava, chupava os grandes e pequenos lábios, enfiava a língua, dava mordidinhas de leve, passava a língua em movimentos circulares, se babava todo, lambia todo meu mel e nele passava os dedos e me trazia para junto com ele provar do meu sabor…

E foi assim em meio a reboladas, dedos e línguas que gozei. Ainda com meus músculos vaginais em contração, nos beijamos. Sentia seu pau totalmente enrijecido no meio das minhas pernas, meu cheiro e meu gosto em sua boca. Abri minhas pernas e as entrelacei em volta da sua cintura, para que seu pau passasse a roçar na minha buceta. Mas como estava totalmente melada de gozo, foi escorregando até entrar em mim. Não demorou muito que passasse a rebolar novamente, estava extasiada de tesão, com muita vontade de ter aquele pau roliço saindo e entrando dentro de mim. E foi assim…

Sou acostumada a transar mudando de posição, porém nesse dia, nem me importei. Aliás, nem me dei conta porque aquele cara era uma delícia. Não queria parar de sentir nem por um segundo aquele pau dentro de mim, suas bolas batendo na minha bunda, ouvindo ele falando sacanagem, me dizendo que ia me fazer gozar sem parar naquele dia. Gemi, me contorcia, puxava os lençóis, mordia meus lábios e  falava putaria pra aquele cara que parecia adorar ouvir. Foi uma foda relativamente rápida, mas intensa e cheia de vontade e tesão de ambas as partes. E mais uma vez gozei, dessa vez junto com ele.

Pensei que gozaria em minha boca, pra poder chupar todo leitinho, mas não deu tempo. Ele explodiu ali mesmo dentro e fora de mim. E lá ficamos….Curtindo nossos corações disparados, nosso suor de prazer e nossos corpos ainda excitados, que mais tarde iria novamente se encontrar, mas dessa vez na praia. Quem nunca, transou na praia? Uma delícia não é?  Mas aí  já é assunto pro próximo post. Querem ler?

Bitokinha da @mulhersushi~*

Anúncios