Tags

, , , , , , , ,

Era uma noite fria e escura, eu como gostava dessa época de frio e tudo mais… decidi sair para encontrar umas amigas num barzinho, ele não era muito longe da minha casa então fui a pé. Chegando lá encontrei minhas amigas e começamos a conversar. Eis que entra um cara lindo, alto, magro, musculoso e de farda, eu amava e tinha tesão por homens de farda, não pensei duas vezes larguei minhas amigas e fui falar com ele.
Dê primeira ele nem reparou em mim, mais foi só eu ajeitar o vestido,mostrar as pernas e o decote que a conversa começou. Eu querendo sair dali, eis que ele fala pra nós irmos para um lugar mais “reservado” eu topei na hora. Saimos do barzinho e fomos até a viatura dele, dentro da viatura ele me agarrou, começou a me beijar, já descendo os seus beijos pelo meu pescoço chegando no meu decote. Eu falei para ele parar e sair de frente ao bar para ninguém reconhecê-lo, então ele deu a partida e fomos para uma ruazinha quase ali perto. Ele fechou os vidros e me agarrou novamente. Só que dessa vez foi mais selvagem mais intenso.

Ele começou a subir meu vestido ( detalhe eu já estava sem calcinha) e eu como não ficava nada atras, já fui tirando sua farda e tudo mais. Foi então que ele colocou o meu banco para trás e mandou eu subir mais um pouco, começou a me chupar com vontade, mordendo de leve, lambendo, sugando meu clítoris me deixando meladinha. Ele subiu um pouco ficando de joelhos, meio curvado no carro, abriu sua calça e mandou eu chupar ele, eu imediatamente obedeci. Ele segurava no meu cabelo fazendo eu mamar mais e mais aquele pau delicioso. Puxou minha cabeça e falou que queria enfiar seu pau na minha buceta, eu então estava louca para isso, me virei, ficando de quatro, meio desajeitada no carro e ele colocou tudo de uma vez, fazendo um gostoso vai e vem.

Eu já me segurando no banco, sentindo as estocadas cada vez mais fortes, ele puxou meu cabelo de lado me fazendo olhar para ele e meu Deus, ele estava mordendo o lábio de tanto prazer, como aquela imagem era excitante. Começei a rebolar no pau dele com vontade e a cada rebolada ele dava um gemido baixo. Então nós dois chegamos ao orgasmo juntos, ele sentou no outro banco e eu virei para admira-lo. Nós nos arrumamos e ele me levou para casa. Na saida do carro dei um beijo bem gostoso nele e deixei meu numero no bolso dele. Eita noite boa…

bjs da lolita.

Anúncios