Tags

,

 
Olá, faz algum tempo que não escrevo nada e como sempre sinto saudades de dividir minhas opiniões, hoje quero falar sobre o sexo. 
 
 
Ah o sexo… 
 
Somos animais e como animais a lei da natureza nos impõe a perpetuação da espécie, ou seja gozar, como já dizia Sade há quase dois séculos atrás.
 
 “A primeira lei que a natureza me impõe é gozar à custa seja de quem for.”
 
Impossível pensar em sexo, sem imaginar milhões de perspectivas e nuances sobre um algo tão bom. Apesar de sermos animais e buscarmos gozar a qualquer custo, o sexo nos reserva algumas surpresas… E que surpresas. 
 
 
Quero falar sobre os três tipos de sexo, que tenho pensado, mesmo porque é um assunto infinito. E não sou tão boa escritora assim! uhauahahau 😀
  

– Sexo por Sexo

Acho que não preciso descrever, mas é um sexo descompromissado, que pode acontecer com um estranho numa balada, um amigo ou mesmo sozinho. 
Você está com tesão e trepa, me perguntaram se consigo trepar sem conhecer, sem afinidade, sem sentir nada pela pessoa, nem atração.
Sim consigo! Vamos separar, você pode não ter sentimentos pela pessoa, química e tão pouco sentir tesão pela pessoa, mas se começar a beijar o que vai valer é a busca pelo prazer. 
Particularmente, não acho que devemos pensar muito na hora do rala e rola, senão, definitivamente, não flui. Infelizmente somos frutos de uma sociedade hipócrita que mostra a bunda, mas não fala abertamente sobre o sexo e quando fala, trata de maneira “arcaica”. 
 

– Sexo com Química

A tal química tão falada é muito importante, a coisa da pele, cheiro, gosto, bom nem sempre temos a química e o resultado pode ser frustrante.
Quando a química existe, aí o bicho pega é muito tesão, muita pele, pouco espaço, queremos estar junto, pegar, sentir. 
Me lembra um trecho da música Equalize da Pitty
Me balanço devagar
Como quando você me embala
O ritmo rola fácil
Parece que foi ensaiado
As melhores trepadas da minha vida, foram com pessoas com quem não tinha nenhum tipo de envolvimento emocional, só química. 
Ficava louca com o cheiro, o gosto da pessoa, fora da cama tínhamos muito pouco em comum e não fazíamos questão, afinal, pra que mexer em time que tá ganhando?
 

– Sexo com Amor

Sei que parece meio piegas, mas sexo com amor, supera todas as formas do sexo, como comer ou beber água, quando estamos com muita sede ou fome. 
Sentimento, tesão, química, vontade, necessidade, as vezes tenho a impressão que é como ser único, nada importa pelo menos não naquele momento.
Quem já teve a sorte de vivenciar a experiência, consegue entender o que quero dizer.
 Frequentemente as pessoas confundem sexo e amor, são coisas diferentes que podem ou não andarem juntos, se andarem perfeito, se forem independentes continuam sendo perfeitas, cada uma a sua maneira. 
Conheço muitas pessoas que amam seus companheiros de vida e que saem com outras pessoas, independente do relacionamento, pois acreditam que o sexo por química, sexo por sexo é tão bom quanto o sexo por amor. 
 
Pensando em Sexo independente do tipo, tenho absoluta certeza que somos animais em busca do gozo, não importa o quanto queremos nos justificar.
 
E você o que acha do sexo e suas nuances?
 
 
Beijos e até o próximo… Sexo só com proteção, please! 
 
– 
 
 
Anúncios